Uma das testemunhas que denunciaram o pastor Esney Martins da Costa, presidente da igreja evangélica Renascendo para Cristo, do Setor Oeste, em Goiânia, afirma que a comunidade do templo sabia dos crimes sexuais cometidos pelo líder religioso contra fiéis. Veja também: 'Internet está doente', diz Walkyria Santos sobre morte do filho adolescente; Pai se nega a assi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários