Há exatos quatro meses, o novo Volkswagen Taos foi lançado para ser a nova referência na categoria em termos de design, segurança, tecnologia e conforto. Ao testar a versão topo de linha Highline (R$ 187.250) do SUV médio premium da marca alemã em trechos urbanos e rodovias, o veredito do Sobre Rodas, sem hesitar, é que a missão foi cumprida e com uma vantagem a mais ao trazer de volta o conceito de carro de família. Cabe todo mundo e a bagagem.

Fabricado no complexo industrial de Pacheco, na Argentina, sobre a plataforma MQB, o Taos, que também é oferecido na versão Comfortline (R$ 159.785,00), está posicionado entre o T-Cross e o Tiguan, tendo como concorrentes o Jeep Compass e o Toyota Corolla Cross. O modelo consegue reunir as boas características de um SUV moderno, com a suspensão mais elevada, posição de dirigir mais alta e banco muito confortável. Tudo numa ergonomia perfeita, proporcionando uma dirigibilidade superior aos concorrentes tanto na cidade quanto na estrada.

Seu entre-eixos de 2,680 m, combinado com os 4,461 m de comprimento, oferece espaço interno generoso, inclusive para os passageiros do banco traseiro, que contam com saídas de ar-condicionado exclusivas, e um porta-malas volumoso de 498 litros, qualidade importantíssima para quem faz viagens com a família. Nesse aspecto, o Taos também se destaca em relação aos concorrentes, pois não há outro SUV dessa categoria com tanto espaço no interior.

Visual

O design do Taos é um de seus pontos de destaque, atraindo olhares por onde passa. A cintura elevada garante ao veículo um porte imponente. Destaque para os filetes de Leds que cortam a grade frontal, se fundem com o novo logo da marca e servem como complemento da luz diurna. Os faróis full Led são de série, com a tecnologia I.Q Light. Eles são estendidos para as laterais e o facho ajusta-se automaticamente de acordo com a velocidade e com a presença de veículos à frente.

Outro diferencial é o acabamento em preto brilhante no para-choque dianteiro em formato de “X”. Os vincos  laterais deixam o SUV mais encorpado, além das lanternas com iluminação em Led e arranjo especial. Na traseira, as lanternas têm traços sofisticados e o nome Taos vem fixado na base da tampa do porta-malas.

A dianteira é bem vertical e o para-choque conta com acabamento preto brilhante. A versão  Highline se diferencia da Comfortline por barras de teto cromadas e o sistema de iluminação full Led com a faixa que interliga os faróis na dianteira, que confere uma assinatura visual sofisticada. As rodas são de 18 polegadas em ambas as versões, montadas em pneus 215 / 55R18. Na configuração Highline, a pintura das rodas é diamantada.

No interior, o acabamento utiliza elementos nobres, como material soft touch e couro revestindo portas e painel frontal. Os bancos são revestidos em couro sintético e o volante multifuncional ganhou novo design.  O volante tem ótima empunhadura e pode ser regulado em altura e profundidade.

Além disso, destaque também para o Ambient Light, sistema de luzes em LED que permite aos ocupantes escolher a cor da iluminação interna. São 10 cores à disposição. Além de decorar o painel frontal e invadir as portas dianteiras, a tonalidade escolhida também se estende ao painel de instrumentos, garantindo uma perfeita harmonia e maior sensação de conforto na cabine.

Apenas o teto solar panorâmico é opcional para a versão Highline.  Para a Comfortline estão à disposição as cores Preto Mystic, Branco Puro, Prata Pyrit e Cinza Indium. Já a Highline ganha mais duas tonalidades exclusivas: Azul Atlantic e Mohave Bege.

Digital

O painel do Taos é totalmente digital. A versão Comfortline vem com a tela de 8 polegadas, enquanto a versão Highline traz de série o Active Info Display e a tela de 10,25 polegadas inteiramente configurável. O modelo  é equipado com a moderna central de infotainment VW Play, que utiliza tela de 10,1 polegadas de alta resolução, sensível ao toque e  traz novos aplicativos para download na loja virtual VW Play Apps: PlayKids (infantil), Skeelo (audiolivro), Get In (reservas), MobiMax (TV) e Spotify (música).

Ela também entrega a melhor experiência aos usuários em termos de conectividade e usabilidade. Tudo de forma intuitiva e rápida, como um smartphone. O Android Auto e o Apple CarPlay se conectam sem fio. No console central há uma plataforma com conexões USB-C (a mais moderna), e sistema de carregamento de smatphone por indução sem fio.

Tecnologia

O nível de tecnologia dos SUVs da Volkswagen também foi mantido no Taos, tanto com foco em segurança quanto em comodidade. Uma das principais novidades é a frenagem autônoma de emergência, que no Taos traz ainda a função de detecção de pedestres. Por meio de radares frontais, o sistema, ao identificar o iminente risco de atropelamento, dispara um alerta sonoro e visual no painel de instrumentos, e inicia imediatamente a frenagem do veículo, com o objetivo de evitar a colisão, a uma velocidade de até 50 km/h.

Controle adaptativo de cruzeiro com o sistema Stop & Go, detecção de veículo no ponto cego, alerta de tráfego traseiro cruzado com frenagem de emergência para manobras, seis airbags (dois frontais, dois laterais e dois do tipo cortina), controles de tração e estabilidade, auxílio de partida em rampa e XDS+ (sistema de bloqueio eletrônico do diferencial) completam a lista de recursos eletrônicos do Taos.

Como exclusividade do Taos frente aos concorrentes há também sistema de frenagem de emergência pós-colisão, sistema de estabilização do reboque, alerta de desgaste de pastilhas de freio e detector de fadiga.

Motorização

Tudo isso é movido pelo eficiente motor 250 TSI Total Flex, que já equipa T-Cross, Jetta e a linha GTS.  Com quatro cilindros, sistema de injeção direta de combustível e turbocompressor, o propulsor entrega 150 cv de potência a 5.000 rpm e torque de 25,5 kgfm já a partir de 1.500 rpm, com etanol e/ou gasolina. Conforme a Volkswagen, a aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 9,3 segundos. A velocidade máxima é de 194 km/h. Números expressivos dentro do segmento de SUVs médios no país. O motor proporcionada acelerações e retomadas mais ágeis sem aumentar o consumo de combustível.

O câmbio automático de seis marchas, com modo Sport (reduz uma marcha na utilização) e aletas no volante oferecem ótima condução. Com engates rápidos, o Taos foi bem nas arrancadas e ultrapassagens. A suspensão do Taos é independente nas quatro rodas e traz bastante conforto para a condução, seja na cidade ou na estrada.

FICHA TÉCNICA

MOTOR (*)

Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.395cm³ de cilindrada, 16 válvulas, flex, que desenvolve potência de 150cv (gasolina/etanol) a 5.000rpm, e torque de 25,5kgfm (g/e) entre 1.400rpm e 4.000rpm

TRANSMISSÃO (*)

Tração dianteira, com câmbio automático de seis marchas

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS (*)

Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, independente, multibraço/de liga leve de 8x18 polegadas/215/55 R18

DIREÇÃO (*)

Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS (*)

A discos ventilados na dianteira e discos sólidos na traseira, com ABS

CAPACIDADES (*)

Tanque, 51 litros; porta-malas, 498 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 470 quilos

PESO (*)

1.420 kg

DIMENSÕES (*)

Comprimento, 4,46m; largura, 1,84m; altura, 1,62m; distância entre-eixos, 2,68m; e altura livre do solo, 18,5cm

ÂNGULOS

De entrada, 19 graus; de saída, 26,3 graus

PERFORMANCE (*)

Velocidade máxima de 194km/h (g/e)

Aceleração até 100km/h em 9,3 segundos (g/e)

CONSUMO (**)

Cidade: 10,2km/l (g) e 7km/l (e)

Estrada: 12,5km/l (g) e 9km/l (e)

 

(*) Dados dos fabricantes

(**) Dados do Inmetro

(g) gasolina; (e) etanol