A Toyota anunciará nesta quarta-feira (17) o primeiro veículo do mundo, produzido no Brasil, a ser equipado com  propulsão híbrida/flex. Embora a montadora japonesa não tenha revelado, trata-se da nova geração do Corolla, recentemente lançada na Europa e nos Estados Unidos. O anúncio será feito a partir das 11 horas, durante cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo.

A Toyota deve  iniciar a produção do Corolla híbrido flex  no último trimestre do ano, na fábrica de Indaiatuba (SP), que está recebendo aporte de R$ 1 bilhão para tanto. A tecnologia desenvolvida por engenheiros do Brasil e do Japão vai permitir o uso de etanol ou gasolina para o motor a combustão que atuará em conjunto com o motor elétrico.

O Corolla híbrido flex, que terá como base o modelo europeu,  será construído sobre a plataforma TNGA e será maior que o atual. Ele terá 2,70 metros de distância entre-eixos, 4,64 metros de comprimento, 1,78 metro de largura e e 1,43 metro de altura.  A Toyota já fez testes no País com o importado híbrido Prius usando essa tecnologia, mas a produção desse modelo poderá ocorrer futuramente. 

A Toyota também aguarda da matriz japonesa aval para produzir um utilitário-esportivo (SUV) de pequeno porte para competir no segmento que mais cresce em vendas no País e que concentra modelos como Jeep Renegade e Hyundai Creta.

Segundo fontes de mercado, é provável que o SUV será desenvolvido na plataforma do Yaris (hatch e sedã), e produzido na unidade de Sorocaba (SP), junto com o compacto Etios.