A Chevrolet S10, a primeira picape média nacional,  comemora  25 anos de mercado com a produção de 1 milhão de unidades no Brasil. Dessas, 750 mil unidades foram comercializadas no mercado local  e as 250 mil restantes foram destinadas à exportação. Todas elas saíram do complexo industrial da GM em São Jose dos Campos (SP).

Desde a chegada no país até os dias atuais, a S10 não parou de se transformar. Foram diversas evoluções estruturais, mecânicas, tecnológicas e de aparência. A GM já iniciou a produção da Nova S10 que chegará no início do segundo semestre, provavelmente em agosto. As principais novidades estão na dianteira  novas grades, faróis e para-choque frontal. A imagem da nova S10 vazou na internet

Atualmente a S10 é oferecida em três opções de carroceria (cabine dupla, cabine simples e chassis cab), cinco níveis de acabamento (LS, Advantage, LT, LTZ e High Country), duas opções de motorização (2.5 Flex e 2.8 Turbo Diesel), assim como duas opções de transmissão (MT6 e AT6) e tração (4x2 e 4x4). Ao todo são 12 configurações, para atender os mais variados tipos de negócio, seja no campo ou na cidade.

Além da ampla disponibilidade de itens tecnológicos, como acionamento remoto do motor, alerta de saída involuntária de faixa e direção elétrica capaz de compensar inclinação da via em longos percursos, a S10 se diferencia pela oferta de equipamentos exclusivos no segmento, entre eles o sistema de telemática OnStar e o CPA (Centrifugal Pendulum Absorber), que ajuda a reduzir os níveis de ruído e de vibração além do consumo de combustível.

 “A S10 se consagrou no mercado por seu desempenho como produto, oferecendo o melhor balanço entre robustez, dirigibilidade e conforto com muita força e tecnologia, tanto no asfalto quanto no fora-de-estrada. É de olho na chamada agricultura 4.0 que a Chevrolet vem balizando as evoluções da picape S10, que recentemente reforçou a lista de itens de conectividade e segurança”,  destaca Hermann Mahnke, diretor de Marketing da GM América do Sul.

O agronegócio passa por uma verdadeira revolução em termo de produtividade, potencializada pelo uso de novas tecnologias no campo, como a robótica e a inteligência artificial. É de olho na chamada agricultura 4.0 que a Chevrolet vem balizando as evoluções da picape S10, que recentemente reforçou a lista de itens de conectividade e segurança.