Sucesso desde que chegou ao mercado em março de 2015, o Jeep Renegade continua batendo recordes de vendas e se consolidando como líder absoluto da categoria. No acumulado do ano, o modelo ultrapassou a marca de 30 mil unidades comercializadas, com 17% das vendas no segmento. Com oito versões -  1.8 flex, STD, Sport, Longitude (flex e diesel), Limited , Moab e Trailhawk, além de duas motorizações  – flex e diesel , o Jeep Renegade atende todos os gostos e bolsos.

O Sobre Rodas testou o Jeep Renegade Trailhawk 2.0  turbodiesel AT9 2021, a versão mais completa do modelo para uso na cidade e off-road, ou seja encara qualquer tipo de terreno. Comercializado por R$ 172 mil e sem concorrentes à altura no seu segmento, o Renegade Trailhawk tem ótimo desempenho, nível de acabamento, é confortável, seguro e econômico, além do visual diferenciado. Desde de abril deste ano, passou a contar com a nova plataforma de conectividade Adventure Intelligence, que traz serviços e funções de conveniência, assistência e entretenimento para os usuários. 

O modelo, que traduz o estilo de vida aventureiro pelo qual a Jeep é conhecida, é equipado com o motor turbo 2.0 turbodiesel de 4 cilindros com injeção direta e duplo comando. Ele entrega 170 cavalos de potência a 3.750 rpm e 35,7 kgfm de torque a 1.750 rpm, acoplado a uma transmissão automática de nove velocidades (uma função com reduzida, que na verdade é a primeira marcha), com aletas posicionadas atrás do volante. 

Com este conjunto, o Renegade Trailhawk acelera e retoma velocidades com muita rapidez, tornando-se muito ágil no trânsito urbano e eficiente no off-road. Econômico, faz 9,6 km/l na cidade e 11,4 km/l em rodovias. Com uso misto, fizemos 11 km/l. O tanque tem capacidade de 60 litros. A linha 2022 do Renegade, que chega até julho, vai ganhar o motor 1.3 turbo de 185 cv de potência nas versões flex. O motor 2.0 turbo também deve receber melhorias. 

Por que a versão Trailhawk é a melhor no segmento de SUVs compactos? Além da motorização, tem tração 4x4 com reduzida, seletor de terrenos, controle de descida, bloqueio de diferencial, maior altura em relação ao solo, suspensão independente nas quatro rodas, três ganchos para ancoragens de cintas para reboque e rodas liga leve de 17 polegadas calçadas com pneus de uso misto. O seu entre-eixos mais curto (2,57 metros) e os seus bons ângulos de ataque, saída e a altura livre do solo (30 graus, 33 graus e 216 mm) conferem ótima capacidade de superar obstáculos em estradas de terra e trilhas. 

O acerto das suspensões é muito bom, absorvendo as irregularidades e mantendo a tração das rodas com o piso, ajudado pelos pneus de uso misto.  Para facilitar as frenagens, o SUV conta com freios a disco nas quatro rodas, além de controle de partida em rampa, freio de estacionamento eletrônico, controle eletrônico de velocidade em descidas, controles de estabilidade, tração, estabilidade para trailler (com uso de engate Mopar) e anticapotamento. 

O Jeep Renegade Trailhawk 2021 tem 4.232 mm de comprimento, 1.805 mm de largura, 1.714 mm de altura e 2.570 mm de entre-eixos. O porta-malas oferece 260 litros de capacidade e abriga estepe com pneus 215/60 R17 e o tanque de combustível tem capacidade para 60 litros. 

Design

A versão Trailhawk se diferencia das demais pelo visual com detalhes exclusivos que remetem o compacto para o fora de estrada. Ele conta com três ganchos, dois na dianteira e um na traseira para auxiliar em possíveis reboques. As caixas de roda e as laterais trazem apliques que ajudam a proteger o SUV em terrenos mais acidentados. O capô conta com um adesivo preto fosco que serve não só para reforçar a aparência off-road do Trailhawk. Esse adesivo serve também para impedir o reflexo do sol na visão do motorista em trilhas com inclinações. Dispõe também de uma plaqueta “Trail Rated” posicionada logo abaixo da coluna “A”, nos dois lados da carroceria). Essa identificação é concedida apenas aos carros que conseguiram transpor a trilha Rubicon, uma das mais difíceis dos EUA. 

Interior

No interior, destaque para os bancos, painéis de porta, volante e manopla revestidos em couro, assim como material emborrachado na “zona de tato”. Também chamam atenção os detalhes em vermelho na moldura dos alto falantes nas portas, nas saídas de ar laterais no painel e no console central. 

Os bancos de couro trazem costuras também em vermelho e o nome da versão bordado no encosto dos assentos dianteiros.  O som é da marca Beats, com subwoofer e 506 watts de potência. O único opcional da versão é o teto solar panorâmico e removível. 

Conteúdos

Já o pacote de conteúdos conta com itens como abertura das portas e partida do motor com chave presencial, direção elétrica, ar-condicionado automático de duas zonas, retrovisores elétricos e rebatíveis, central multimídia com tela de 8,4 polegadas com Apple CarPlay, Android Auto, USB, Bluetooth e câmera de ré. O painel de instrumentos tem tela configurável de 7 polegadas.  É equipado com faróis e lanternas traseiras em LED, DRL integrado aos faróis em LED e sensor crepuscular. 

Traz também piloto automático, limitador de velocidade, trio elétrico (vidros, travas e retrovisores elétricos), freio de estacionamento eletrônico, sensor de estacionamento traseiro, sete airbags, controles de estabilidade tração e de estabilidade, sistema anti-capotamento, alerta de ponto cego, assistente de descida, câmera de ré e sensores de chuva, crepuscular e de estacionamento traseiro. 

E ainda freios ABS, disco nas quatro rodas, controle de estabilidade para trailer, faróis e lanternas full LED e rodas em liga leve aro 17 com pneus mistos, sensor de pressão dos pneus, sistema Start&Stop, banco do motorista com ajuste de altura e volante com ajuste de altura e profundidade.