O Ford  Territory  chegará aos mercados do Brasil e da Argentina em  2020, mas a primeira  exibição  pública do Territory será feita no mês que vem, no Rock in Rio.   O  anúncio foi feito  pelo   presidente da Ford  América do Sul,  Lyle  Watters,  durante um evento realizado nesta quarta-feira  em São Paulo,   quando  destacou a importância do novo veículo dentro do  processo de transformação do portfólio  da  marca.

Um dos destaques do último Salão do Automóvel de São Paulo, o utilitário será inicialmente  Importado da China, baseado no crossover Yusheng S330  e desenvolvido  em parceria com a JMC,  o Territory deverá ser fabricado em  General Pacheco, na Argentina. O SUV da Ford vai concorrer com  o Jeep Compass.

A conectividade é um de seus  pontos fortes. Além de carregamento sem fio para celular, central multimídia e painel de instrumentos com telas de 10 polegadas, ele terá um sistema de comunicação em tempo real com modem embarcado conectado ao FordPass que permite ao motorista travar, destravar, dar partida, localizar e obter informações de telemetria do carro remotamente. Esse recurso também poderá viabilizar a oferta de novos serviços, como seguros baseados no uso do cliente.

O Territory  traz equipamentos como câmera de visão 360 graus, piloto automático  adaptativo,  estacionamento automático, alerta de permanência em faixa e monitoramento de ponto cego. Mais detalhes do veículo, como motorização, versões e preço, serão divulgados mais próximo do lançamento. Terá também o aplicativo gratuito FordPass e o Auto Busca,  plataforma compra de peças para os reparadores independentes que está sendo lançada no mercado brasileiro.