Previsto para ser votado no plenário ontem, em segundo turno, o projeto de lei que desautorizava a concessão de seis estradas estaduais não foi colocado em pauta. Isso porque, apesar da orientação expressa do líder do Governo, Bruno Peixoto (MDB), para que a base aliada votasse contra, o governo não tinha garantias de que conseguiria derrubar a matéria. Ainda não há da...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários