O debate sobre homofobia voltou ao plenário da Câmara de Goiânia nesta terça-feira (13), depois que o vereador Thialu Guiotti (Avante) insistiu que "ninguém nasce homossexual" e que "querem instaurar ditadura da opinião e da expressão". "Se falar alguma coisa do ativismo gay, você é homofóbico", afirmou o vereador. Ele ganhou apoio de outros dois vereadores na sessão: ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários