O governo pretende, com o Programa de Desmobilização e Gestão dos Ativos do Estado de Goiás (PDEG), reunir um saldo de R$ 2 bilhões para investimentos em obras e serviços que serão entregues à iniciativa privada em cinco anos. Para 2017, o orçamento estadual de R$ 23 bilhões prevê apenas R$ 200 milhões para investimentos. O recurso extra virá de cortes na despesa com ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários