“Quase todas as medidas são possíveis, mas tudo passa pela viabilidade política. Escolheremos os três que forem politicamente mais viáveis”. É o que diz a secretária de Economia, Cristiane Schmidt sobre os três itens, entre oito, que o Estado precisará escolher para entrar no Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF) do governo federal. Em entrevista ao POPULAR, ela fala sobre os qu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários