O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) incluiu pela primeira vez em uma minuta de resolução da Corte um mecanismo contra o compartilhamento de fake news: quer responsabilizar os candidatos. O objetivo é coibir a divulgação de notícias falsas nas eleições de 2020, que envolvem 5.570 municípios. O Tribunal deve votar ainda em 2019 normas que poderão levar à punição de res...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários