A concessão de licença-prêmio para juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), regulamentada por decreto publicado em suplemento do Diário da Justiça, em 11 de fevereiro, é vista como um contrassenso por presidente de sindicato que representa os servidores do Poder Executivo estadual. Conforme O POPULAR mostrou ontem, os magistrados ganham direi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários