O uso de títulos no nome que vai para urna não é uma novidade na política. Em Goiás, neste ano, entre postulantes a prefeito, vice-prefeito e vereador, são 115 candidatos com as palavras “doutor”, “doutora” e abreviações no nome. Outros 744 estão utilizando “professor” ou “professora”. Ainda há os que associam a candidatura à religião. É o caso dos 281 que destacaram ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários