A Operação Gaugamela, deflagrada ontem pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) em Formosa, apura desvios em obras de pavimentação asfáltica cujos contratos somam quase R$ 7 milhões fechados em 2017 e 2018. As suspeitas recaem sobre dois ex-secretários do município, que assumiram cargos na gestão estadual no mês passado na equipe do secretário de Governo e ex-prefeito E...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários