Um dia após o Facebook derrubar perfis falsos ligados a um dos seus aliados no chamado "gabinete do ódio" do Palácio do Planalto, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) anunciou nesta quinta-feira (9) que poderá viver o que chamou de "novo movimento pessoal". "Totalmente ciente das consequências e variações. Aos poucos vou me retirando do que sempre explic...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários