A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem que a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci não poderá ser usada na ação penal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que tramita na 13ª Vara Federal de Curitiba. O colegiado entendeu que foi ilegal a decisão do então juiz Sérgio Moro de incluir a colaboração de Palocci nos autos do p...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários