Terminou sem acordo a reunião entre o governador Ronaldo Caiado (DEM) e a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (Sintego), Bia de Lima, sobre as demandas da categoria, apresentadas como contrapartida à aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que inclui a Universidade Estadual de Goiás (UEG) nos 25% da vinculação constitucional para a educação...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários