Uma medida que também está no radar do Estado trata da redução de incentivos ou benefícios de natureza tributária em 10%, no primeiro exercício subsequente ao da assinatura do Plano, e suspensão de concessões de novos incentivos ou benefícios na duração do Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF).Contudo, o assunto ainda é alvo de certa desconfiança de empresári...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários