Em assembleia na noite desta terça-feira (10) os servidores da Educação estadual aprovaram estado de greve, que deve se concretizar caso o governo não atenda às demandas da categoria para minimizar os efeitos da PEC que inclui os 2% da Universidade Estadual de Goiás (UEG) nos 25% de vinculação geral da Educação. A proposta, que na prática reduz a vinculação da áre...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários