O aumento da taxa básica de juros (Selic) e da inflação tendem a encarecer as linhas de financiamento imobiliário atreladas à poupança e ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e a deixar as modalidades tradicionais (prefixadas) mais vantajosas. Essas linhas — cujos juros contam com uma taxa fixa mais uma porcentagem baseada na variação desses índices — são novas, e ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários