O PSD, considerado peça-chave na eleição para a presidência do Senado, decidiu na noite desta terça-feira (5) apoiar a candidatura de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na disputa do dia 1º de fevereiro. Pacheco é o candidato do atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que já o levou para um almoço com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e prometeu viajar...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários