O ministro Marco Aurélio, 74, decano do STF (Supremo Tribunal Federal), classifica como "ruim" a mudança realizada pelo presidente Jair Bolsonaro no Ministério da Defesa e no comando das Forças Armadas, mas não vê risco à democracia. Para o magistrado, as substituições, no entanto, geram insegurança. "Principalmente considerando o leigo, gera insegurança jurídi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários