O secretário de Administração, Bruno D’Abadia, diz que a redução tanto da jornada de trabalho quanto de salários dos servidores estaduais “ainda não está em pauta” em Goiás. A possibilidade de diminuição das horas trabalhadas pelos servidores com a consequente adequação dos vencimentos será alvo de julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) na próxima quarta-feira (2...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários