A decisão do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), de propor reajuste dos salários de todas as categorias das polícias civil, militar, bombeiros e agentes penitenciários já provocou um efeito em cascata que ameaça o ajuste fiscal das contas dos Estados e as negociações do novo programa de socorro financeiro planejado pelo governo federal. Na véspera do Car...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários