Os setores automotivo, sucroalcooleiro, lácteo e de processamento de aves serão os mais atingidos na proposta de corte de benefícios fiscais apresentada ontem pelo governador eleito Ronaldo Caiado (DEM), segundo empresários. Em reunião na manhã de ontem, o democrata detalhou projeto que estabelece redução de incentivos a 13 segmentos com impacto calculado em R$ 1 bilhão ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários