Em representação ao procurador-geral de Justiça, Benedito Torres, o promotor Fernando Krebs, titular da 57ª Promotoria de Defesa do Patrimônio, aponta “suposta ingerência política para antecipar sucessão no comando” da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR). O promotor refere-se à indicação do ex-chefe do Gabinete Particular do g...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários