Projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) propõe o pagamento de uma bolsa no Estado, no valor de R$ 2 mil em parcela única, para aquisição de arma de fogo às mulheres que sofreram violência caracterizada como feminicídio, desde o indiciamento do autor, e mediante requerimento da vítima. Em ipsis litteris, o texto requer o pagamento para v...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários