A proibição das coligações proporcionais, que passa a valer no pleito deste ano, além de provocar um aumento no número de candidatos a uma das 35 cadeiras de vereador da Câmara de Goiânia, deve favorecer também aqueles que já estão em mandato e pretendem disputar a reeleição. É o que apontam dois cientistas políticos ouvidos pelo POPULAR.Isso deve ocorrer porque, sem a possibi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários