O Ministério Público Federal requisitou, nesta quinta, 6, à Polícia Federal que instaure um inquérito para apurar supostos delitos de obstrução de Justiça, falso testemunho, denunciação caluniosa cometidos pelo porteiro do condomínio Vivendas da Barra, por causa da citação ao presidente Jair Bolsonaro em depoimento. A investigação t...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários