A Associação dos Procuradores do Município de Goiânia (Aprog) veio a público neste sábado (9) repudiar a reforma administrativa, sancionada pelo prefeito em exercício, Rogério Cruz (Republicanos), que revogou a Lei Orgânica da categoria, e o retorno de Alessandro Melo à Secretaria Municipal de Finanças (Sefin).  Para a reportagem do POPULAR, a presidente da Apr...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários