A proposta de reforma da Previdência goiana prevê a autorização para que governo e demais Poderes apliquem, sobre os vencimentos de servidores públicos, uma alíquota extraordinária, além dos 14,25% já pagos atualmente, no caso de déficit previdenciário no Estado. A alíquota deve variar até 8%, de acordo com a faixa salarial dos servidores. A nova alíquota está prevista na Pro...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários