O prefeito de Lagoa Santa e mais sete agentes públicos foram afastados das funções por suspeita de recebimento ilegal de diárias e direcionamento de licitações para que apenas as empresas ligadas ao grupo se sagrassem vencedoras nos certames. A Operação Andarilhos, da Polícia Civil, foi deflagrada na terça-feira (15) e cumpriu 16 mandados de busca e apre...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários