As trocas ministeriais anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na última segunda-feira (29) não envolveram dois nomes que também são motivo de queixas do bloco do centrão. Os atuais titulares do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Educação, Milton Ribeiro, foram mantidos pelo presidente, mesmo contrariando dirigentes da base aliada. Nesta terça-feira...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários