Mesmo com a tentativa de ampliar o diálogo entre o Sindicato das Indústrias de Laticínios no Estado de Goiás (Sindileite) e o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), pecuaristas de leite não demonstram ânimo diante da retomada proposta de negociações.Edilberto Marra Carneiro, de Palminópolis, afirma que o relacionamento com a indústria está...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários