Depois da perda de indicações no governo por seus votos contra a Reforma da Previdência no fim do ano passado, os deputados Eduardo Prado (PV) e Humberto Teófilo (PSL) ficaram também sem as emendas parlamentares que haviam acordado com o governador Ronaldo Caiado (DEM). Cada um, segundo eles, deixou de receber R$ 1 milhão em emendas que seriam destinadas à saúde dos mun...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários