Um ofício de duas páginas com parecer da Controladoria Geral do Município (CGM) em favor da retomada dos contratos de recuperação e restauração asfáltica em Goiânia foi o documento divulgado pela Prefeitura como resultado da auditoria que descartou irregularidades na execução, 24 dias após a suspensão das obras. Não há detalhamento de qualquer apuração de suspeitas....

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários