Escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para comandar o Ministério da Justiça no lugar de André Mendonça, o delegado federal Anderson Gustavo Torres tem bom trânsito na chamada bancada da bala. Torres foi por anos chefe de gabinete do ex-deputado federal Fernando Francischini (PSL-PR), um dos primeiros parlamentares no Congresso a abraçar, em 2018, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários