O posicionamento do prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), acerca do processo de privatização da Metrobus, em que ele acredita que o mesmo pode não ser resolvido ainda neste ano em razão do tempo que resta para o fim do seu mandato - até dezembro deste ano -, pegou de surpresa os entes envolvidos. Cabe à Prefeitura, por meio da Companhia Metropolitana de Transportes ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários