Decisão da 4ª Vara da Fazenda Pública do Estado de Goiás voltou a suspender efeitos da Emenda à Constituição Estadual que altera regras da Previdência dos servidores públicos do Estado. A liminar foi assinada no dia 31 de janeiro. Até ontem, no entanto, governo e Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), para onde a ação é destinada, ainda não haviam sido notificados. Re...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários