Menos de um mês após assumir o cargo, o ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão nesta sexta-feira (15), após entrar em choque com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A informação foi confirmada em nota pela pasta. O secretário executivo, general Eduardo Pazuello, assume interinamente. "O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu exoneração nesta manhã. Uma ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários