Três dias após atacar o STF (Supremo Tribunal Federal) em vídeo publicado nas redes sociais e ser preso por ordem do ministro Alexandre de Moraes, o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) pediu desculpas e se disse arrependido durante a sessão da Câmara dos Deputados que manteve sua prisão. "Em momento algum eu vejo ponto positivo na minha fala (...) O ser humano vai de...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários