O procurador-geral de Justiça de Goiás, Aylton Flávio Vechi, entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) para suspender parte da Lei 19.813/17, que concedeu reajuste de 6,58% aos servidores do Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO). A ação é em razão de emenda que mudou a estrutura salarial dos servidores do Quadro Suplementar dos Cargos em Extinção (QSE) da Corte....

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários