Como mostrado pelo POPULAR, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal de Goiânia aprovou, na terça-feira (18), um projeto de decreto legislativo para sustar o acautelamento de 392 imóveis, determinado judicialmente, e feito pela Prefeitura de Goiânia, até que seja concluída análise de seu tombamento como patrimônio municipal. A promotora Alice de ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários