Atualizada às 10h32 O Ministério Público de Goiás (MP-GO) pediu o afastamento por 6 meses do prefeito de Quirinópolis, Gilmar Alves da Silva (MDB), além de diversos servidores públicos, como o subsecretário de Compras, Marcelo José da Silva, e duas servidoras integrantes do setor de licitação, bloqueio de bens e a prisão preventiva do secretário municipal de ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários