O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, emitiu um comunicado nesta segunda-feira, 30, por meio do qual chama o golpe militar de 1964 de "marco para a democracia brasileira". O período que durou até 1985 foi marcado pelo fim das eleições diretas, pelo fechamento do Congresso, por censura, tortura e assassinatos praticados p...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários