Após cinco horas de depoimento na Polícia Federal no Rio, o empresário Paulo Marinho deixou o local sem falar com jornalistas. “Para não prejudicar as investigações, não posso dar nenhuma declaração”, disse.Marinho foi ouvido por delegados e procuradores. A PF reabriu procedimento sobre suposto vazamento da Operação Furna da Onça e o MPF instaurou inquérito para apu...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários