Bandeira do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o voto impresso ganhou sobrevida nesta sexta-feira (16) na comissão especial da Câmara dos Deputados responsável por analisar o mérito da proposta. Com apoio do presidente da comissão, o governista Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), o bolsonarista Filipe Barros (PSL-PR) recuou e pediu mais tempo para reformular seu parecer e, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários