Na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 6630, a advogada eleitoral Nara Bueno e Lopes integra o grupo de advogados que representou o Cidadania no pedido ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, de suspensão da liminar concedida pelo ministro Kassio Nunes Marques, em 19 de dezembro, que altera a Lei da Ficha Limpa, em ação apresentada pelo PDT...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários