A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020 prevê 0,4% da Receita Corrente Líquida estadual para emendas coletivas e da mesa diretora, além dos 0,6% para emendas individuais, porcentual que deve ser alterado para os 0,7% acordados com o governo. Segundo o relator do projeto na Comissão de Tributação, Orçamento e Finanças, deputado Jeferson Rodrigues (PRB), o valor diz tam...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários