A pergunta mais repetida no meio político goiano desde quinta-feira (25) é qual a lógica da compra de vacinas contra Covid-19 por Goiás para entregar nas mãos do governo federal e receber apenas uma pequena parcela das doses, como anunciou o governador Ronaldo Caiado (DEM). A dúvida é reforçada por discursos divergentes de governadores de outros Estados e de técnicos d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários